Bagavadeguitá, Nonell & Instituto Gita, Vivekananda

Albert Einstein e o Bagavadeguitá



Quando leio o Bagavadeguitá e reflito sobre como Deus criou esse universo... Albert Einstein

Influência do Bagavadeguitá no Ocidente

«Quando leio o Bagavadeguitá e reflito sobre como Deus criou esse universo, tudo o resto me parece supérfluo» Albert Einstein.

Albert Einstein, Pralaya morte térmica universo (Bagavadeguitá)

Bagavadeguitá em Inglês Einstein Bhagavad Gita Bagavadeguitá em Espanhol Einstein Bhagavad Gita

Teoria da «Morte térmica do Universo» (morte entrópica):

«Este princípio é muito semelhante ao conceito hindu de pralaya ou dissolução do universo. Neste estado, todo o sistema e ordem do universo desapareceram, e então a aleatoriedade atinge o seu auge e a entropia não pode mais aumentar mais. No campo de batalha de Kurukshetra, o Senhor Krishna iluminou Arjuna mostrando suas muitas formas. Arjuna visualizou e sentiu medo ao ver o universo inteiro no corpo de Sri Krishna e também ao ver o “Fogo da Perdição” Dr. Dantu Muralikrishna.

Vários versos do Bagavadeguitá referem-se ao universo:

No capítulo XI A Ioga da Forma Universal do Senhor do Bagavadeguitá, Sri Krishna diz a Arjuna:

«Quando vejo Tuas bocas com aquelas mandíbulas terríveis, que lembram o Fogo da Perdição, perco todo o sentido e não encontro alívio. Seja benevolente!» Bagavadeguitá XI-25.

No capítulo VII A Ioga da Meditação:

«...Eu sou a origem e o fim de todo o universo» Bagavadeguitá VII-6

«Eu sou o tempo da destruição final do mundo, agora empenhado em destruir os mundos» Bagavadeguitá XI-32.

«As gerações futuras dificilmente acreditarão que alguém como Mahatma Gandhi já andou nesta terra». Albert Einstein.



(c) Instituto Gita (IGRCY)

Instagram Livro A Ioga da Sabedoria: Bagavadeguitá - Pedro Nonell Instagram

No usamos cookies
Inicio de página