Bagavadeguitá, Nonell & Instituto Gita, Vivekananda

Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório



A Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório, essência do Darma (Rajavidya-rajaguhya) Bagavadeguitá IX

Curso Bactiioga - Mestrado Bagavadeguitá e Filosofia da Ioga

unidade curricular Bagavadeguitá

A Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório (Rajavidya-rajaguhya Ioga) Capítulo IX do Bagavadeguitá

  1. Introdução e resumo do Capítulo IX- A Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório
  2. Leitura do capítulo - Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório (Bagavadeguitá de Gandhi, Sivananda):
  3. Principais temas:
    1. Versos 1-3: O Rei das Ciências (“a essência do Darma”) e o Misterioso segredo Soberano (sola através a experiência direta e a fé podem ser conhecidos). Atmanvidya
    2. Versos 4-6: O “paradoxo” do poder soberano do Senhor
    3. Versos 7-10: criação (Srishti), preservação e destruição (Pralaya) do universo
    4. Versos 11-15: Insensatos e iluminados (Bactiioga-Devoção e Jnana-ioga). Encarnações
    5. Versos 16-19: Forma Universal do Senhor
    6. Versos 20-25: Falha em seguir a lei védica e não Bhakti. Adoração de outros deuses. Recompensas de Nishkama Carma (ação realizada sem qualquer expectativa de seus frutos ou resultados) e Sakama Carma (ou Kamya Carma, ações egoístas)
    7. Versos 26-34: Bactiioga (Caminho devocional) e entrega ao Senhor (Brahman) através a Carmaioga (Nishkama Carma)
  4. Leitura da adaptação versificada deste capítulo
  5. Análise de cada verso e dos seus comentários do capítulo IX (Gita Makaranadam de Swami Vidya Prakashananda)
  6. Leituras de Swami Vivekananda e Sri Ramakrishna relacionadas ao capítulo IX- A Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório
  7. Exercícios do capítulo IX- Rajavidya-rajaguhya Ioga

Bagavadeguitá: Esquema Capítulo IX- Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório

Bagavadeguitá em Espanhol Yoga del Conocimiento Real y Discriminatorio


Bagavadeguitá XI-55 Verso crucial: contém os diferentes Iogas

Curso Bactiioga (filosofia Devoção, Coração para sentir) Bagavadeguitá


Nos capítulos anteriores do Bagavadeguitá, Sri Krishna observou que Arjuna tinha fé ("você que não censura» Bagavadeguitá IX-1) e portanto já estava preparado para conhecer o conhecimento misterioso ("o rei das ciências") e o soberano segredo (“o rei dos mistérios”), ou seja, a Verdade eterna e absoluta, que só pode ser conhecida através da experiência direta (“conhecimento discriminatório”).

Se o Iogue não tiver fé neste conhecimento (Jnana), ele não realizará o Senhor nem será libertado da morte (“eles retornam repetidamente ao caminho do mundo da morte” Bhagavad Gita XI-3), se ele tiver, ele será libertado do mal

Sri Krishna explicou a Arjuna que este conhecimento é a essência do Darma:

Bagavadeguitá IX-2 conhecimento: Rei das Ciências, Filosofia, essência do Darma

Sri Krishna declarou o seguinte paradoxo “todos estão Nele, mas Ele não está neles”:

«Toda esta manifestação cósmica é permeada por Mim na Minha forma não manifestada. Todos os seres vivos habitam em Mim, mas Eu não habito neles» Bagavadeguitá IX-4.

E então ele deu a resposta a este paradoxo: este mistério (milagre) era o seu único poder...

«E, no entanto, os seres vivos não permanecem em Mim. Aqui está o mistério da Minha energia divina! Embora eu seja o Criador e Sustentador de todos os seres vivos, não sou influenciado por eles ou pela natureza material» Bagavadeguitá IX-5.

Ou seja, toda a criação é do Senhor, o visível e o invisível, e portanto todos os seres estão Nele, porém Ele transcende tudo, pois Ele é o autor de tudo, assim poderíamos deduzir que os seres não estão Nele.

E Sri Krishna explicou-lhe este segredo em termos de Prakriti e Kalpa: no final de um Kalpa ou «noite de Brahma» (destruição do universo) todos os seres estão absorvidos em Sua Prakriti, no início de um Kalpa ou «dia de Brahma» (evolução ou manifestação do universo) lhes dá vida:

«No final de um ciclo (Kalpa) todos os seres, Οh filho de Kunti, entram em Minha Prakriti (energia material primária), e no início de um ciclo eu os manifesto novamente» Bagavadeguitá IX-7.

Prakriti refere-se à matéria básica do universo. No capítulo XIV A Ioga da Diferenciação das três Gunas do Bagavadeguitá é explicado em detalhes:

A grande Prakriti é para Mim o ventre no qual deposito o germe XIV-3-4

E novamente Sri Krishna reafirmou a Arjuna que todos os seus primos Kauravas com quem ele teve que lutar já estavam mortos por causa de Sua Prakriti:

«Recorrendo à Minha Prakriti, envio repetidamente esta multidão de seres impotentes sob o domínio de Prakriti»» Bagavadeguitá IX-1.

E ainda assim, o Senhor não está agindo em todo esse processo:

«Mas toda esta atividade não Me prende, permanecendo indiferente, sem que Eu me prenda a ela» Bagavadeguitá IX-9.

Krishna a Arjuna: tudo o que hagas (Carma), hazlo como uma oferenda para Mim (Bhakti) Bagavadeguitá IX-27

Onde procurar o Conhecimento? /Jnana-ioga Bagavadeguitá IX-9

Comentário de Swami Vidya Prakashananda sobre este verso:

«A impureza causada pela ignorância só é limpa com Conhecimento... O corpo sutil precisa de purificação. E os agentes purificadores são o Nishkama Carma, a meditação, a adoração a Deus e outras práticas semelhantes. De todos eles, o Conhecimento é o melhor e maior purificador.
Cada indivíduo tem que encontrar esse Conhecimento por si mesmo..».

Reconhecimento telugu Pedro Nonell tradução Bagavadeguitá

O restante deste resumo sobre a unidade curricular “Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório” (Filosofia da Ioga) está disponível apenas para estudantes do Instituto Gita

Workshop: Dhyana e Bactiioga


Exemplo unidade curricular:
Bagavadeguitá: Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório

Exemplo unidade curricular:
Bagavadeguitá (Capítulo IX) Ioga do Conhecimento Real e Discriminatório (Rajavidya-rajaguhya)

Ioga Conhecimento Real e Discriminatório Capítulo IX versificado Bagavadeguitá



(c) Instituto Gita (IGRCY)

Instagram Livro A Ioga da Sabedoria: Bagavadeguitá - Pedro Nonell Instagram

No usamos cookies
Inicio de página