Bagavadeguitá, Nonell & Instituto Gita, Vivekananda

Ioga do Conhecimento do Brahman



Ioga do Conhecimento e Realização do Brahman (Jananvijnana) Bhakti, Bagavadeguitá VII

Curso Bactiioga - Mestrado Bagavadeguitá e Filosofia da Ioga

unidade curricular Bagavadeguitá

A Ioga do Conhecimento e da Realização do Brahman (Jananvijnana Ioga) do Bagavadeguitá

  1. Introdução e resumo do capítulo VII- A Ioga do Conhecimento e Realização do Brahman
  2. Leitura do capítulo - Ioga do Conhecimento e Realização do Brahman (Bagavadeguitá de acordo com Gandhi, Swami Sivananda):
  3. Principais temas por versos:
    1. Versos 1-3: Conhecimento do Brahman através Dhyanaioga (Meditação) e Bactiioga (Devoção)
    2. Versos 4-7: Prakriti inferior e superior como manifestações do Senhor como o universo
    3. Versos 8-12: Onipresença do Senhor no universo
    4. Versos 13-19: Malfeitores e benfeitores. Os quatro tipos de devotos e os caminhos da Ioga
    5. Versos 20-23: Validade de qualquer caminho seguido com fé e Devoção
    6. Versos 24-30: Causas da ignorância. Perfil de quem ha conhecido ao Senhor
  4. Leitura da adaptação em verso deste capítulo
  5. Análise de cada verso e dos seus comentários (versão Gita Makaranadam de Swami Vidya Prakashananda)
  6. Leituras de Swami Vivekananda em relação com o capítulo VII- A Ioga do Conhecimento e Realização do Brahman
  7. Exercícios do capítulo VII

Conteúdo Capítulo VII Ioga do Conhecimento Realização do Brahman (Jananvijnana)

Bagavadeguitá em Espanhol Yoga del Conocimiento de Brahmán

Bagavadeguitá VII-11 Eu sou a força, desunida do desejo e da paixão


Capítulo VII Verso 7 do Bagavadeguitá (Swami Vidya Prakashananda): Jananvijnana Ioga
(Capítulo VII) JananviJnana-ioga. Gita Makaranadam de Swami Vidya Prakashananda Bhakti

Comentário Capítulo VII, JananviJnana-ioga (Filosofia). Gita Makaranadam, Swami Vidya Prakashananda

Comentário Swami Vivekanda, JananviJnana-ioga (Filosofia). Gita Makaranadam, Swami Vidya Prakashananda

Reconhecimento telugu Pedro Nonell tradução Bagavadeguitá


Jana (Jnana) pode ser traduzido como “Conhecimento de Brahman”, como a Única Realidade (de acordo com Sri Ramakrishna: Jnana é conhecer Atman através do caminho da discriminação: “Isso não, isso não / Neti / Neti”). Vijnana é a realização do Brahman, autoconhecimento absoluto. Neste estado, tudo se torna um.

Swami Sivananda traduziu este capítulo como “A Ioga da Sabedoria e a Realização”.

Neste capítulo do Bagavadeguitá, Sri Krishna explica principalmente a Arjuna a natureza da Realidade Absoluta (Parabrahman):

«O Senhor disse: Ouça, Ο Partha, como, com sua mente apegada a Mim, rendendo-se a Mim e praticando (Bhakti) Ioga, sem qualquer dúvida você Me conhecerá completamente» Bagavadeguitá VII-1.

Uma vez alcançado este Conhecimento, o Iogue que o alcançou “não tem mais nada a saber”:

«Agora vou revelar-lhe totalmente este conhecimento e sabedoria, sabendo que nada mais resta a ser conhecido neste mundo» Bagavadeguitá VII-2.

Ou seja, a Divindade Suprema deve ser realizada tanto em seu aspecto transcendente quanto em seu aspecto imanente (inseparavelmente ligado à sua essência). É a essência, a substância e o substrato de tudo, seja visível ou invisível.

  1. Manifestações Divinas
  2. Forma Universal do Senhor

Embora tudo esteja Nele, Ele transcende tudo como o Ser Inativo.

Sri Krishna nos alerta que esta união completa com o Senhor é difícil de alcançar:

«Entre milhares de homens, quase nenhum luta pela perfeição; e mesmo entre aqueles que alcançaram a perfeição, dificilmente alguém Me conhece verdadeiramente» Bagavadeguitá VII-3.

Sri Krishna então explicou a Arjuna suas manifestações como o universo, isto é, sua Prakriti inferior e superior.

Prakriti é um conceito-chave no Hinduísmo (doutrina Sânquia) sendo claramente exposto no Bagavadeguitá. Refere-se à matéria básica do universo.

Prakriti possui três qualidades inatas diferentes (Gunas), cujo equilíbrio é a base da harmonia. Os gunas são três: Sattva, Rajas e Tamas; Eles estão presentes em tudo e em todos. Estas três qualidades enganam a alma e fazem-na esquecer a sua verdadeira natureza, que é ser um com Deus. Capítulo XIV - A Ioga da Diferenciação das Três Gunas está centrado na análise das Gunas.

Esta ilusão, chamada Maya, só pode ser removida pela Graça do Senhor.

O restante deste resumo sobre a unidade curricular “ Ioga do Conhecimento do Brahman” (Filosofia da Ioga) está disponível apenas para estudantes do Instituto Gita

Vivekananda como pode o hindu, centrado em Deus, crer no budismo, que é agnóstico?

Bactiioga por Vivekananda - Para-Bhakti

Vedanta, a essência da Jnana-ioga, alternativa à profunda crise espiritual do Ocidente

Curso Bactiioga (filosofia Devoção, Coração para sentir) Bagavadeguitá





(c) Instituto Gita (IGRCY)

Instagram Livro A Ioga da Sabedoria: Bagavadeguitá - Pedro Nonell Instagram

No usamos cookies
Inicio de página