Bagavadeguitá, Nonell & Instituto Gita, Vivekananda

Ioga da Forma Universal do Senhor (Bagavadeguitá) Ishvara



A Ioga da Forma Universal do Senhor (Vishwarupa Sandarshana) Arjuna Luta. Bagavadeguitá XI

Curso Bactiioga - Mestrado Bagavadeguitá e Filosofia da Ioga

unidade curricular Bagavadeguitá

A Ioga da Forma Universal do Senhor (Vishwarupa Sandarshana Ioga) do Bagavadeguitá

  1. Introdução e resumo do Capítulo XI- A Ioga da Forma Universal do Senhor (Vishwarupa Sandarshana Ioga)
  2. Leitura do capítulo XI - A Ioga da Forma Universal do Senhor (Bagavadeguitá de Gandhi):
  3. Análise dos comentários de Gandhi, Desai e Sivananda
  4. Principais temas:
    1. Versos 1-4: Arjuna pergunta pela forma do Senhor como Ishvara
    2. Versos 5-8: Forma Universal do Senhor
    3. Versos 9-14: Sanjaya descreve a forma suprema (Vishwarupa) do Senhor como Ishvara
    4. Versos 15-31: Emoção de Arjuna ante a visão da Forma Universal do Senhor
    5. Versos 32-34: O tempo da destruição do mundo. Incitamento a Arjuna a lutar
    6. Versos 35-46: Arjuna, possuído pelo medo, pede para ver a forma normal do Senhor novamente
    7. Versos 47-50: O Senhor retorna à Sua forma benigna
    8. Versos 51-55: Só Bactiioga (Devoção)  permite ao homem ver Sua Forma Universal. O caminho da devoção incessante (Ananyabhakti)
  5. Leitura da adaptação versificada deste capítulo
  6. Análise de cada verso e dos seus comentários do capítulo XI (Gita Makaranadam de Swami Vidya Prakashananda)
  7. Leituras de Swami Vivekananda relacionadas ao capítulo XI- A Ioga da Forma Universal do Senhor
  8. Exercícios do capítulo XI- Vishwarupa Sandarshana Ioga

Bagavadeguitá: Esquema Capítulo XI- Ioga da Forma Universal do Senhor

Bagavadeguitá em Espanhol Yoga de la Forma Universal del Señor

Carma + Bactiioga: filosofia e essência de todo o ensinamento do Bagavadeguitá XI-55

No final do capítulo anterior “a Ioga das Manifestações Divinas (Vibhuti Ioga)” do Bagavadeguitá, Sri Krishna perguntou a Arjuna por que ele precisava saber tudo o que ele havia explicado a ele: a natureza do Atman e a origem e destruição do todas as coisas criadas.

Como as dúvidas de Arjuna foram dissipadas por suas explicações ("o mistério supremo revelado pelo conhecimento do Supremo» Bagavadeguitá XI-1 - Conhecimento do Brahman), Sri Krishna iria agora revelar a Arjuna: a Forma Universal do Senhor, assim que passou a conceder-lhe o “olho divino” através do qual ele veria esta visão cósmica.

Swami Sivananda traduziu o título deste capítulo como “A Ioga da visão da Forma Cósmica”.

Arjuna queria agora conhecer Sua forma como Ishvara (Filosofia da Ioga), cujo significado poderia ser traduzido como o Deus Criador, o Ser Supremo- Parabrahman - ou o Deus pessoal. No Shaivismo, Ishvara é sinônimo de Shiva (Maheshvara, Parameshvara, Senhor Supremo) ou também de um deus pessoal (Ishtadeva). Para os Vishnuistas, é sinônimo de Krishna ou Vixnu. Para os Bhaktis, Ishvara é uma ou mais divindades preferidas pelo crente.

Você é verdadeiramente como Você se descreveu, Parameshvara (Parabrahman)! Bagavadeguitá XI-3

Mas Arjuna não sabia se seria capaz de contemplar aquela visão:

«Se Tu, ó Senhor, acreditas que sou capaz de contemplá-lo, então, ó Mestre dos iogues (Yoga Ishvara), revela-me o Teu Eu imperecível» Bagavadeguitá XI-4.

Yogeshvara  um composto de duas palavras, Ioga e Ishvara, e significa “Senhor da Ioga”, “Deus da Ioga” ou “Mestre dos Iogues”. O termo é usado exclusivamente para Krishna.

E o Senhor disse:

«Οh Partha, Eis Minhas centenas e milhares de formas, múltiplas e divinas, diversas em suas formas e cores» Bagavadeguitá XI-5.

Assim Arjuna iria ver ao Senhor como todo o universo (dinâmico e estático) - Manifestações Divinas -, tudo, absolutamente tudo criado, foi revelado como o único corpo enorme do Senhor

«Eis aqui hoje, ó Arjuna, o conquistador do sono (Gudakesha), o universo inteiro, o móvel e o imóvel, e tudo o mais que você deseja ver, tudo concentrado em Meu corpo» Bagavadeguitá XI-7.

Mas esta vasta Manifestação Cósmica do Senhor só poderia ser contemplada através da “visão divina” que Krishna iria conceder a Arjuna, uma experiência divina interior que se consegue através a Devoção (Bactiioga) e a meditação (Dhyanaioga / Rajaioga):

«Mas você não pode me ver com seus olhos. Aqui e agora, eu, pelo Meu poder soberano da Ioga, dou-lhe o olho divino» Bagavadeguitá XI-8.

E novamente Sanjaya Sanjaya (ministro dos Kauravas) apareceu e disse:

Com essas palavras, o grande Senhor da Ioga, Hari, revelou sua forma suprema como Ishvara Bagavadeguitá XI-9

Eu sou o tempo da destruição final do mundo, agora empenhado em destruir os mundos Bagavadeguitá XI-32

Formação do Instituto Gita.

O restante deste resumo sobre a unidade curricular “Vishwarupa Sandarshana Yoga” (Filosofia da Ioga) está disponível apenas para estudantes do Instituto Gita

Reconhecimento telugu Pedro Nonell tradução Bagavadeguitá


Curso Bactiioga (filosofia Devoção, Coração para sentir) Bagavadeguitá




(c) Instituto Gita (IGRCY)

Instagram Livro A Ioga da Sabedoria: Bagavadeguitá - Pedro Nonell Instagram

No usamos cookies
Inicio de página