Bagavadeguitá, Nonell & Instituto Gita, Vivekananda

Desapego frutos das ações (Bagavadeguitá)



Vairagya: Somente a ação é sua obrigação, nunca seus frutos, atenha-se à Ioga (filosofia Carmaioga)

Curso Bagavadeguitá - Curso Carmaioga - Mestrado Bagavadeguitá e Filosofia da Ioga

No Bagavadeguitá, Sri Krishna explica a Arjuna o conceito fundamental de desapego (Vairagya) para os resultados (frutos) das ações, a Ioga é o caminho para alcançá-lo. E também vemos uma definição da Ioga: “A habilidade na ação”.

Somente a ação é sua obrigação, nunca seus frutos, atenha-se à Ioga
Só tem direito ao trabalho, não aos seus frutos. Bagavadeguitá II-47 (Filosofia Sânquia Ioga)
Doutrina Carmaioga

Bagavadeguitá em Inglês Detachment fruits of actions (Bhagavad Gita) Bagavadeguitá em Espanhol Desapego

A referência ao desapego pelo resultado da ação é onipresente no Bagavadeguitá (o Caminho da Sabedoria).

Desapego escapa do fruto dos bons e maus atos. Bagavadeguitá
Ioga do Conhecimento (Jnana)

«Aqui, neste mundo, um homem dotado dessa atitude de desapego escapa ao fruto dos bons e dos maus atos. Portanto, Arjuna, atenha-se à Ioga. A Ioga é a habilidade na ação» Bagavadeguitá II-50 Sânquia-ioga.

Para Gandhi, o desapego do fruto das ações, talvez seja o principal ensinamento do Bagavadeguitá e também da Filosofia da Ioga.

Desapego do fruto das ações (Gandhi)
Desapego do fruto das ações (Gandhi) Bagavadeguitá, Filosofia Ioga

Bagavadeguitá II-38 Ioga da equanimidade: assume igualmente o prazer e o dor

Reflita sobre este versículo. Nele está sendo enunciado o importante  Ioga da equanimidade, o para Swami Sivananda a doutrina do equilíbrio em ação. Como você pode manter o equilíbrio através de atividades intensas? Como você pode permanecer o mesmo quando ganha e quando perde? Não é fácil, mas o Bagavadeguitá vai te ensinar como fazer.

O Bagavadeguitá afirma que o homem deve cumprir as suas obrigações, deve agir, mas sem esperar os seus frutos.

O homem tem que agir, e tem a liberdade de decidir como fazê-lo, e deve fazê-lo sem se preocupar com os resultados obtidos com essa ação..

No verso 4 do capítulo III, a Carmaioga (Ioga da Ação) Krishna nos diz que não agir, ou seja desistir do que temos que fazer, não é o caminho para a libertação:

Bagavadeguitá III-4 O homem jamais disfruta da libertação da ação ao no emprenderla

No versículo 40 do capítulo III, encontramos novamente uma referência ao apego e também uma nova definição da Ioga: a imparcialidade da mente

Bagavadeguitá II-48 A Ioga é a Imparcialidade da mente (Filosofia Ioga)

Como vemos, Krishna diz a ele para agir, para lutar, já que é sua obrigação como guerreiro, se ele não o fizer, isso iria contra o seu Dharma. Novamente vemos que a Ioga é o meio.

O Bagavadeguitá nos explica os caminhos da ioga para alcançar o desapego.

Sadhana são uma serie de exercícios espirituais que facilitam o desapego.

Para Swami Sivananda:

«Todo o objetivo de todos os sistemas da Ioga (e cada religião representa um) é limpar esta ignorância e permitir que Atman restaure a sua própria natureza. Os principais instrumentos desta libertação são Abhyasa e Vairagya. Vairagya é desapego da vida, porque é o desejo de desfrutar que traz consigo toda essa escravidão; e Abhyasa é a prática constante de qualquer das Iogas». Sri Swami Sivananda.

O restante deste resumo sobre “Desapego” (Filosofia da Ioga) está disponível apenas para estudantes do Instituto Gita

Conceitos Bagavadeguitá (Filosofia Ioga).

Libertação através da Carmaioga (Filosofia Bagavadeguitá)

Curso Carmaioga (filosofia Ação altruísta) mãos para trabalhar (Bagavadeguitá)


(c) Instituto Gita (IGRCY)

Instagram Livro A Ioga da Sabedoria: Bagavadeguitá - Pedro Nonell Instagram

No usamos cookies
Inicio de página